Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Safra norte-americana de soja é reduzida, mas estoques crescem

Grãos 15/01 07:01

Nova projeção do USDA traz aumento das reservas internas e globais de soja; milho teve estimativa de produção elevada nos EUA

 

Apesar de ajustar ligeiramente para baixo números de produção, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) aumentou nesta sexta-feira (12/01) suas estimativas para estoques de soja e de milho do país. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o órgão estimou que as reservas de soja dos EUA terminarão a temporada 2017/2018 em 12,8 milhões de toneladas, contra 12,11 milhões de toneladas calculados em dezembro.

 

Analistas consultados pelo The Wall Street Journal, esperavam um número maior, 13 milhões de toneladas. A previsão para estoques finais de milho foi aumentada de 61,9 milhões para 62,9 milhões de toneladas, enquanto analistas projetavam uma redução para 61,3 milhões de toneladas.

 

O USDA elevou sua expectativa para as reservas de trigo de 26,13 milhões para 26,9 milhões de toneladas. Analistas previam um número menor, de 26,2 milhões de toneladas. No relatório, o governo dos EUA revisou para baixo sua estimativa para a produção doméstica de soja em 2017/2018, de 120,44 milhões previstos no mês passado para 119,5 milhões de toneladas estimados agora. Ainda assim, trata-se de um novo recorde para os produtores do país, maior produtor mundial de soja, à frente do Brasil. O mercado esperava que o número ficasse inalterado. A projeção de rendimento foi reduzida de 49,5 para 49,1 bushels por acre (3,33 para 3,30 toneladas por hectare).

 

A estimativa para a safra norte-americana de milho foi elevada de 370,3 milhões para 370,9 milhões de toneladas, enquanto analistas esperavam uma redução para 369,7 milhões de toneladas. O rendimento foi aumentado de 11,01 para 11,09 toneladas por hectare.

 

Quanto aos estoques mundiais de soja ao fim de 2017/2018, o USDA elevou sua projeção de 98,3 milhões para 98,6 milhões de toneladas. As reservas globais de milho foram aumentadas de 204,1 milhões para 206,6 milhões de toneladas, enquanto o mercado previa uma redução para 202,9 milhões de toneladas. A estimativa para o trigo passou de 268,4 milhões para 268 milhões de toneladas, em linha com a expectativa do mercado. 

 

Fonte: Revista GloboRural

Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.