Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

SBR lança programa de parcerias

Agricultura 28/03/2018 06:03

Projeto desenvolverá ações, mapeamento e disseminação de modelos produtivos sustentáveis

 

A Sociedade Rural Brasileira (SRB) lançou na última segunda-feira, 26 de março, o “Programa SRB Parcerias Estratégicas para a Competividade do Setor”, projeto idealizado para criar ações estruturadas que possam apoiar os produtores rurais no acesso a novas tecnologias e linhas de financiamentos.

 

Um dos principais propósitos da SRB é construir uma base sólida de parceiros para desenvolver uma agenda de discussões, eventos, workshops, rodadas de negócios e estudos técnicos, além de um trabalho de identificação de modelos produtivos sustentáveis com potencial de serem replicados por todo o Brasil e também em vários países. Dessa forma, a iniciativa ajudará a alimentar a promoção da imagem e reputação do agro brasileiro no País e no exterior.

 

O projeto prevê investimento total de R$ 25,5 milhões, que serão aplicados em prazo de dois anos, até Julho de 2020. Desse valor, R$ 5,1 milhões serão captados por meio do Programa SRB Parcerias Estratégicas. No evento, a entidade anunciou a adesão e o apoio do Climate Bonds Initiative, organização sem fins lucrativos que, desde 2015, atua no Brasil para o desenvolvimento de financiamentos de projetos com impacto ambiental positivo, e do Institute of the Americas na Califórnia, entidade sem fins lucrativos criada para conectar os anseios do setor privado à agenda de políticas públicas e que amplia sua atuação para o Brasil com um novo pilar de inovação e tecnologia amparado pela Universidade da Califórnia (UC).

 

Os outros R$ 20,5 milhões já estão assegurados pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) através da parceria entre a SRB, a Conservação Internacional (CI) e o FBDS (Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável), assinada em 2017, para executar o projeto GEF Matopiba. Com foco inicial de atuação em municípios do Tocantins e Bahia, o GEF Matopiba visa mapear no campo modelos produtivos eficientes, conciliar aumento da produção agrícola com a conservação da biodiversidade, além de difundir tecnologias e novos mecanismos financeiros para aprimorar e amplificar estes modelos de produção sustentáveis.

 

Segundo Marcelo Vieira, presidente da SRB, a estratégia do Programa Parcerias Estratégicas “é conectar diferentes parceiros e visões a uma frente de identificação de temas prioritários para o setor, promovendo o desenvolvimento de ações e replicando modelos de produção eficientes, para ajudar o agronegócio brasileiro alcançar o status de país mais produtivo e sustentável do mundo”.

 

O projeto será ancorado pelos Comitês e Departamentos da SRB, com apoio de uma plataforma de comunicação – o Agro em Rede. Hoje, a SRB tem cinco Comitês (Sustentabilidade, Mercado e Finanças, Leis e Regulamentos, Tributário e Liderança e Juventude) e três Departamentos (Café, Pecuária e Suinocultura), que discutem e desenvolvem estratégias e ações para o avanço dos respectivos setores.

 

Já a proposta do Agro Rede é criar um ambiente de comunicação estruturada, para disseminar mensagens chaves e amplificar as diversas ações dos parceiros e dos projetos. “Essa integração permitirá à SRB ampliar a interlocução das mensagens chaves do PAM-AGRO em âmbito nacional”, avalia Vieira, sobre o programa encabeçado pela APEX Brasil para melhorar a percepção de mercados internacionais estratégicos em relação ao agronegócio brasileiro, valorizar a agricultura brasileira e abrir novos mercados.

 

A primeira fase do Programa de Parcerias Estratégicas terá início em maio de 2018 com duração de 20 meses. A previsão é que cada parceiro participe de um ou mais Grupos de Trabalho instituídos para detalhamento e implementação das atividades relativas ao seu projeto. Ainda em maio, uma reunião inaugural do Conselho Consultivo da SRB definirá o cronograma preliminar e validará a estratégia inicial.

 

Fonte: SRB
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.