Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

UE cobra garantias sobre a carne do Brasil

30/03/2017 11:32

Conversa com comissário do bloco nesta terça, 27, não foi conclusiva. Nova reunião acontece na quinta Na manhã de hoje, 28, em encontro com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, o comissário para Saúde e Segurança Alimentar da União Europeia, Vytenis Andriukaitis, informou que parte dos 27 paí­ses-membros do bloco europeu cobra uma atitude mais dura em relação ao Brasil. -Ele [Andriukaitis] me disse que há uma pressão muito forte', afirmou Maggi. Juntos, os 27 paí­ses da União Europeia com os quais o Brasil negocia formam o terceiro maior mercado consumidor da carne brasileira, atrás apenas da China e de Hong Kong. Além disso, segundo o ministro, por ser mais exigente, o mercado europeu paga mais caro pelos produtos que importa. De acordo com Maggi, Andriukaitis chegou a sugerir que o sistema de controle sanitário brasileiro seja submetido a uma auditoria externa. Aos jornalistas, Maggi disse não fazer objeção í  sugestão do comissário europeu. -O anúncio da operação da PF contaminou todo o processo de informação no Brasil e no exterior. Os consumidores externos também estão pensando em carne de papelão, em produtos cancerí­genos, enfim, que não temos controle sobre o processo de produção', disse o ministro, ao relatar aos jornalistas a preocupação manifestada pelo comissário europeu. A conversa com o comissário europeu não foi conclusiva. Uma nova reunião foi agendada para esta quinta-feira, 30, quando Maggi entregará a Andriukaitis e sua equipe documentos detalhando os progressos das investigações da PF; das inspeções e testes laboratoriais feitos pelo próprio ministério, bem como todas as informações fornecidas pelas próprias empresas sob suspeita. -São os dados que já estão aí­ colocados, que já disponibilizamos a outros paí­ses e no nosso site. Vamos fornecer tudo detalhadamente para que eles tenham a noção da responsabilidade de cada um e até aonde já chegaram as investigações', disse Maggi. -Reconquistar a confiança [externa] no sistema brasileiro demora. Não se faz por decreto. O governo terá que se manifestar e estar presente em muitos desses paí­ses para, junto com a iniciativa privada, mostrar que os produtos brasileiros são de boa qualidade', acrescentou o ministro. Hong Kong - O ministro Blairo Maggi comemorou a decisão de Hong Kong de suspender parte do embargo í  carne brasileira, restringindo as limitações aos produtos dos 21 frigorí­ficos investigados, cujas exportações foram suspensas pelo próprio ministério. -Aguardávamos esse anúncio durante a semana. Hong Kong e China importam 30% dos nossos produtos. Estamos felizes com essa retomada, mas também muito atentos, pois temos que restabelecer a imagem da mercadoria brasileira', repetiu o ministro. Fonte: Agência Brasil
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.