Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Carne Fraca terá impacto limitado

05/04/2017 18:10

Operação trouxe "revés forte e danos adicionais" mas não deve alterar o mercado no médio prazo A operação Carne Fraca, deflagrada em 17 de março pela Polí­cia Federal, trouxe um "revés forte e danos adicionais" em uma conjuntura já baixista do mercado do boi gordo, mas não deve alterar a estrutura de mercado no médio prazo, segundo o analista Gustavo Aguiar, da Scot Consultoria. "O cenário de oferta e demanda já apontava para preços em queda, puxado pela recomposição lenta (de rebanho) e o consumo em ritmo fraco. A Carne Fraca trouxe um revés forte e danos adicionais a essa conjuntura", disse Aguiar durante encontro de confinadores e recriadores da Scot. Dados da consultoria apontam que durante o mês de março o mercado do boi gordo tanto no fí­sico como no mercado futuro, para contratos de outubro, recuou uma média de 4%. Desde o pico de abril de 2015, quando a arroba do boi foi negociada em R$ 173,60, a queda no preço foi de 15,7%, para R$ 146,34 a arroba, já considerando a inflação. Segundo Aguiar, a reação do mercado í  Carne Fraca foi rápida, porém não evitou estrago no curtí­ssimo prazo. "Devemos levar semanas ou meses para voltar í  normalidade. O que vimos na última semana foi irracional e não conjuntural", disse. "A queda deve se intensificar no fechamento de abril e isso passará para o mercado de reposição, que deve ter queda mais vigorosa que a do boi", emendou. Pressão adicional para o médio prazo deve vir da oferta de animais para a reposição, já que o abate de fêmeas vem caindo desde 2015, um total estimado de 7,8 milhões de cabeças abatidas a menos no Brasil nos últimos dois anos. A média de fêmeas no abate ficou em 38,6% do total em 2016, em 38,9% em 2015, mas teve picos acima de 40% entre 2011 e 2014. Já a demanda mais fraca pressionou os preços no atacado e no varejo. Levantamento feito pela Scot com a média de 22 cortes bovinos no atacado de carne bovina sem osso aponta um valor de R$ 17,10 por quilo na última semana de março, ante R$ 19,40 há seis meses, baixa de 11,8%. No varejo também o preço na última semana de março ficou em R$ 28,60 por quilo, em média, o menor desde outubro de 2016. Na semana anterior, ainda sem os impactos da Carne Fraca, o valor ficou em R$ 29,50 o quilo, em média, um recuo de 3% em sete dias. Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.