Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Feira internacional de proteí­na animal movimentou US$ 360 milhões em São Paulo

15/05/2017 14:45

A Expomeat trouxe novas tendências do setor, que ainda sofre com os efeitos da Operação Carne Fraca Uma ferramenta que controla a temperatura e umidade das carnes pelo celular e uma técnica para reduzir o teor de gordura dos toucinhos foram algumas das soluções apresentadas na Expomeat, feira internacional que mostrou as tendências do setor de proteí­na animal nesta semana, em São Paulo. Entre os dias 9 e 11 de maio, cerca de cinco mil compradores e mais de 330 expositores passaram pelo Pavilhão do Anhembi. Segundo a diretora geral da feira, Maria Antonia Ferreira, o evento gerou aproximadamente US$ 360 milhões em movimentações financeiras. Para Maria Antonia, o setor ainda colhe prejuí­zos devido í  crise desencadeada pela Operação Carne Fraca, em março, quando alguns paí­ses suspenderam as exportações brasileiras. No entanto, o mercado vem se recuperando. Ela ressalta também as inovações das indústrias. -Os frigorí­ficos estão se modernizando na parte de automação, embalagem e logí­stica'. No evento, profissionais e personalidades que atuaram significativamente no setor de proteí­na animal foram homenageados com um prêmio. Porta aberta para a inovação [img]https://d2vjc40pgb63dh.cloudfront.net/file/attachment/2017/05/440f56464a8818b4a068e744b7fa10dc_view.jpg[/img] Um dos atrativos do evento foi um frigorí­fico modelo, montado com equipamentos cedidos por representantes de diversas empresas. Com botas e roupas especiais, os visitantes puderam vivenciar a rotina de trabalho em um frigorí­fico. O consultor Marcos Bisinella explicou todas as etapas de produção e as novidades que as indústrias estão aplicando. A empresa Packid criou uma tecnologia que monitora a temperatura e umidade da carne em tempo real. O aparelho pode ficar em um caminhão, gôndola ou câmara frigorí­fica. -Nós podemos acessar [as informações] tanto do computador, tablet ou smartphone e ter um gráfico da temperatura e da umidade na palma da mão', explica a CEO da empresa, Caroline Dallacorte. [img]https://d2vjc40pgb63dh.cloudfront.net/file/attachment/2017/05/23ac928d80b3e0474be23be1a404597e_view.jpg[/img] As embalagens termoencolhí­veis também foram apresentadas na feira. O encolhimento é feito em um tanque a partir de 90 graus. A estrutura evita que haja espaço de ar entre a carne e a embalagem. De acordo com a empresa Protervac, isso aumenta a qualidade do produto. Conhecido por ser o vilão das dietas, o famoso toucinho, que é usado na mortadela para dar um aspecto de gordura, também marcou presença no evento. A Indukern trouxe para a feira uma solução que reduz o ní­vel calórico do produto por meio de uma emulsão com água. Fonte: Revista Globo Rural
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.