Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Startup desenvolve simulador de rentabilidade do campo

17/08/2017 14:46

Além de permitir gestão da propriedade, Agrosimulador utiliza dados do mercado futuro para projetar rendimentos de cada cultura Fazer a gestão e o planejamento do negócio é importante para qualquer atividade e não seria diferente com a agricultura. Pensando nisso, a startup catarinense Agrosimulador vem desenvolvendo desde o ano passado um software de gestão e simulação da rentabilidade de culturas agrí­colas. Além de permitir o controle de gastos e receitas da fazenda, o Agrosimulador ainda oferece uma projeção da rentabilidade para a próxima safra. -No software, antes de plantar uma safra, o produtor consegue simular qual cultivo pode trazer melhor rendimento na área atual. Ou mesmo olhar o cenário da atividade que já está inserido e usar a perspectiva para decidir se aumenta ou não os investimentos nela', explica Joel Lazzaretti, economista e um dos idealizadores da empresa. Os objetivo é ajudar o produtor a ter mais domí­nio sobre sua atividade. -Teremos comparativos de custo e rentabilidade dele com a média regional e nacional - divulgadas pelos órgãos agrí­colas no começo. Ele poderá ver os itens em que está gastando mais do que os outros, onde está o ladrão da rentabilidade dele', conta Lazzaretti. Segundo ele, as bases para as projeções do software são os dados das bolsas de Chicagos e BM&F Bovespa. -E então, nós analisamos esses dados e trazemos para a realidade local, porque cada região tem sua precificação dependendo de localização, distância do porto, entre outros'. Tudo se transforma em um algoritmo, mas com pessoas conferindo periodicamente para ver se os cálculos estão funcionando. A partir desse semestre, alunos de agronomia de Chapecó - de acordo com o economista, a maioria tem propriedade rural - começarão a testar o sistema. -Eles vão nos dar feedbacks e então faremos os ajustes para começar a replicar para outras regiões, pois no momento a plataforma só tem Chapecó como opção de cidade'. A ideia é expandir as bases para também contemplar pecuária de corte e leite. Ainda não há um valor definido, mas a liberação da licença deve ser feita por meio de cobrança semestral ou anual. Acesso - A pesquisa "Tecnologia da Informação no Agronegócio", realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio í s Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), mostrou que 96% dos produtores rurais utilizam celulares, sendo que 71% desse total o usam para acessar a internet. Mas a dificuldade de acesso e a má qualidade de conexão no campo ainda atrapalham. O Agrosimulador exigirá acesso í  internet, mas o economista não acredita que isso será um grande problema. -É uma dificuldade que levantamos, mas estamos percebendo que está melhorando com o passar do tempo. E os smartphones vêm sendo fundamentais para isso'. Por isso, a plataforma é responsiva e pode ser utilizada em diferentes dispositivos. Fonte: Portal DBO
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.