Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Demanda por adubos deve crescer 1,5%

30/08 09:39

Estimativa da IFA é que procura por fertilizantes chegue a 200 milhões de toneladas em 2021 A demanda por fertilizantes no mundo deve chegar a quase 200 milhões de toneladas em 2021, segundo dados da Associação Internacional de Fertilizantes (IFA), o que significa um crescimento de cerca de 1,5% ao ano, a partir deste ano. Atualmente, essa demanda está em torno de 182 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados durante o 7º Congresso Brasileiro de Fertilizantes, promovido pela Anda - Associação Nacional para a Difusão de Adubos, nesta segunda-feira, 29, em São Paulo, e que contou com a participação do governador paulista Geraldo Alckmin. Segundo Charlotte Hebebrand, diretora geral da IFA, esse média percentual de crescimento representa uma queda em comparação a perí­odos similares. -Isso ocorre por alguns fatores, entre os quais, estão a evolução tecnológica da indústria para produção dos fertilizantes, a aplicação mais eficiente por parte dos agricultores e uma reciclagem mais intensa, principalmente, em paí­ses europeus', disse. Em termos de nutrientes, a entidade estima que o Potássio terá um maior crescimento, com cerca de 2,1% ao ano, seguido pelo Fosfato, com 1,5% e o Nitrogênio, com 1,2%. Em sua apresentação, Charlotte ainda mostrou as regiões que terão mais influência nesse aumento da demanda no perí­odo, sendo a primeira, a América Latina e o Caribe, seguida pelo Sul e Leste da ísia e pela ífrica. Já no quesito de crescimento percentual, a ífrica deve liderar a expansão, com Europa Oriental e ísia Central e América Latina e Caribe, na sequência. -O que faz a ífrica e a América Latina estarem entre as principais regiões é a área plantável'. A diretora geral da IFA ressalta, no caso do Brasil, que ainda há a questão do crescimento constante da safra, de culturas como milho e da cana, e o posicionamento do paí­s como um dos principais exportadores de diversas culturas do mundo. -A importância da agricultura brasileira não é apenas para alimentar o Brasil, mas todo o mundo', explicou. Nesse sentido, Charlotte comentou o papel dos fertilizantes e da Anda para alcançar esse objetivo. -A entidade tem desempenhado um trabalho excepcional para consenso entre todos os agentes da cadeia, desde a indústria, órgãos reguladores, agricultores e consumidores finais. Há ainda uma grande confusão sobre o que é um fertilizante e seu benefí­cio para todos e a Anda tem contribuí­do para mostrar os conceitos e as vantagens de sua utilização para a segurança alimentar, para a sustentabilidade do meio ambiente e para a produtividade'. Para o Carlos Henrique Heredia, presidente do Conselho de Administração da Anda, os fertilizantes têm sido protagonistas no desenvolvimento do agronegócio no Brasil. -Ao longo dos 50 anos de atividades, temos trabalhado para difundir o fertilizante e assegurar o conhecimento desse insumo tão importante para alcançar os resultados que temos hoje, em termos de produtividade, sustentabilidade e segurança', afirmou durante a abertura do 6º Congresso Brasileiro de Fertilizantes. Fonte: Anda
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.