Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Em agosto, MT registra maior número de abates desde 2014

12/09/2017 09:24

496,9 mil animais foram terminados, aumento de 24,9% ante mesmo perí­odo de 2016. Para o Imea, abate deve continuar avançando nos próximos meses Agosto registrou o maior número de abate de bovinos em Mato Grosso desde julho de 2014, divulgou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) em boletim nesta segunda-feira. Segundo o Indea-MT, foram abatidas 496,9 mil cabeças no Estado no mês, alta de 13,12% ante julho e de 24,9% na comparação com agosto de 2016. -Com as exportações de proteí­na bovina mato-grossense rompendo recordes e o aparente reaquecimento da demanda interna (cotações da carne com osso no atacado evoluindo nas últimas semanas), o abate de animais encontra sustentação na demanda para poder avançar ainda mais nos próximos meses', diz o relatório. Entre as categorias, houve aumento no abate de machos e fêmeas em relação a jullho de 2017, com avanço de 18,84% e 5,1%, respectivamente. Já a quantidade de animais terminados com menos de 24 meses cresceu 48,41%, resultado da intensificação das entregas dos bovinos advindos de confinamentos, segundo o instituto. Com uma maior resistência dos produtores para entrega, as cotações da arroba continuaram em alta na semana com aumento de 4,26% para a do boi gordo, que fechou em R$ 131,20, e de 3,61% no caso da vaca gorda (R$ 123,79). Relação de troca - Com o fim da colheita de milho safrinha - que, segundo o Imea, totalizou pouco mais de 30,45 milhões de toneladas em Mato Grosso -, as cotações do grão continuam baixas no Estado. Com isso, aparece uma boa oportunidade de negócio para os pecuaristas. Em agosto, as cotações de milho chegaram a atingir R$ 12,04/saca, menor valor desde setembro de 2014, enquanto a arroba vem se recuperando. -A relação de troca entre o milho e o boi gordo atingiu em agosto o melhor valor para os pecuaristas desde setembro de 2014, sendo possí­vel adquirir 9,96 sacas com a venda de uma arroba de boi gordo, o que pode ser um estí­mulo aos produtores a suplementar seus animais'. [img]https://d2vjc40pgb63dh.cloudfront.net/file/attachment/2017/09/55dda084c69ad4b93f3296b5f51cae88_view.jpg[/img] Fonte: Portal DBO, com informações do Imea
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.