Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Pecuária: melhoramento reduz emissões

10:20

Estudo aponta que animais mais produtivos otimizam uso de energia no corpo e emitem menos gases do efeito estufa Aumentar o desempenho produtivo do animal é uma das estratégias mais eficientes utilizadas na atividade pecuária para conter a emissão de Gases do Efeito Estufa (GEE), por ter efeito cumulativo e permanente. Essa é uma das orientações de estudo promovido pelo Projeto -Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: geração de valor na produção intensiva de carne e leite', como parte do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC), coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). A mitigação dos gases é viabilizada pela capacidade do animal em aumentar a sua produção, usando o mesmo gasto calórico. Em uma criação de vacas leiteiras, por exemplo, aquelas que alcançam ní­veis produtivos maiores, com a otimização do uso de energia do corpo, irão, consequentemente, reduzir o volume de dejetos excretados. -Essa diminuição levará a uma queda do total de substâncias nocivas í  atmosfera liberadas pela atividade pecuária, considerando que a decomposição dos dejetos é uma das principais responsáveis pela emissão de metano (CH4)', explica o consultor do Projeto e médico-veterinário, Cleandro Pazinato Dias. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por ano, cada bovino criado no Brasil é responsável por pelo menos 57 quilos (kg) de CH4 despejados no meio ambiente. Essa média pode ser reduzida em até 35%, se adotadas técnicas de mitigação. O aumento da eficiência na produção pecuária pode potencializar o desempenho dos bovinos e reduzir a emissão de CH4 para 37,7 Kg por ano. Uma das maneiras de garantir esse resultado pela fórmula -produção x energia despendida' se dá por meio do melhoramento genético, que também garantirá aos produtores, além de um aumento no desempenho da criação, melhor retorno econômico. -A quantidade de metano liberado, por exemplo, varia conforme a quantidade e a qualidade do alimento digerido, do grau de digestibilidade e das condições de criação dos animais', explica Dias, -dessa forma, a nutrição animal se torna um dos fatores importantes para a conservação ambiental na produção pecuária', esclarece. O uso de grãos e alimentos concentrados na dieta e o processamento adequado das forragens conservadas, para melhorias no processo digestivo, é fundamental. Vale destacar que melhorias dos í­ndices zootécnicos de produção e reprodução por meio do abate em idade menor, menor intervalo entre os partos, da idade menor da primeira cria e do bem-estar do animal -estão igualmente relacionados í  redução da emissão dos gases que causam o efeito estufa, porque estão relacionados í s garantias para a eficiência da criação', reforça Dias. Diminuir a média de idade ao primeiro parto e aumentar a produção de leite na primeira lactação, por exemplo, pode melhorar a eficiência produtiva ao longo do ciclo de vida do animal e diminuir as emissões por quilograma do produto. De forma similar, melhorando o desempenho reprodutivo do rebanho, adotando melhores métodos de inseminação, reduzirá o intervalo entre partos e, consequentemente, os dias não produtivos O Projeto -Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: Geração de Valor na Produção Intensiva de Carne e Leite' tem por finalidade desenvolver ações para adoção de tecnologias de produção sustentável, com o objetivo de responder aos compromissos assumidos pelo paí­s na redução de emissão de Gases de Efeito Estufa no setor agropecuário. O projeto identificou e selecionou as tecnologias de produção sustentáveis passí­veis de serem implantadas nas condições de produção de bovinos de corte e leite em sistemas confinados brasileiros. Os modelos viáveis estão sendo difundidos pelo Projeto por meio de workshops nas principais regiões produtoras do Brasil. Fonte: Mapa
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.