Carregando...
Publicado por MF Make Farmer

Gestão rural: 4 dicas infalíveis para administrar a fazenda

Manejo Editado 20/12 15:42

Gestão rural: 4 dicas infalíveis para administrar a fazenda

Senar ensina sobre a organização de informações de produção e financeiras para melhorar a gestão do negócio

 

 

Por Naiara Araújo

 

Não importa se a sua renda vem da agricultura ou da pecuária, o importante é aprender a gerir bem o negócio para maximizar a produção e, consequentemente, os lucros. Para isso, investir em gestão é fundamental.  “Conhecer os custos de produção da sua propriedade rural é fundamental para alcançar o sucesso nas atividades agropecuárias”, diz Marcelo Carvalho, técnico do Senar. Pensando em ajudar os produtores coma gestão dos negócios, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) dá dicas de administração para auxiliar os produtores rurais a melhorar os seus negócios.

 

 

 

Organização é fundamental

 

1 – O primeiro passo é escolher uma forma simples para armazenar as informações financeiras. As principais opções são: caderno, planilha específica ou computador.

 

2 – Para ter o controle da movimentação financeira da propriedade é muito importante arquivar recibos e comprovantes de vendas e compras. De acordo com as dicas do técnico do Senar, no começo é preciso separar os gastos de cada atividade individualmente, sendo uma boa opção organizar em pastas. É importante não incluir despesas pessoais nas despesas da atividade agrícola ou pecuária.

 

3 – Para conhecer a renda real da propriedade é essencial saber o que foi produzido, então não se esqueça de registrar todos os dados da produção, seja ela em litros, quilos, toneladas, unidades ou caixas.

 

4 – Outro ponto essencial para uma boa administração é ter anotado os gastos com mão de obra, as horas trabalhadas pelos funcionários, a atividade que cada um desempenhou e o valor gasto com salários.

 

 

 

Saiba como calcular

 

Com todas as informações citadas acima já é possível calcular o saldo do fluxo de caixa subtraindo das receitas tudo o que foi gasto na atividade. Se um produtor conseguiu R$ 5 mil com as vendas dos seus produtos e gastou R$ 1.000 com mão de obra, R$ 300 com energia elétrica e R$ 200 com combustível, o fluxo de caixa significa o valor de R$ 5 mil de receita menos o valor de R$ 1.500 de despesas, gerando um saldo positivo de R$ 3.500 reais. “É importante que o fluxo de caixa seja positivo para garantir a viabilidade do negócio”, diz o técnico.

 

Fonte: SF Agro | Farming Brasil

Curtiram
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.