Carregando...
Publicado por SeuGado.com Gado

Exclusivo: União Europeia pede reunião de emergência com o Brasil sobre fraude da carne

20/03/2017 12:12

Adido agrí­cola quer esclarecimentos sobre operação da Polí­cia Federal Em entrevista exclusiva ao diretor de redação da Globo Rural, Bruno Blecher e ao jornalista Fernando Andrade, da Rádio CBN, na tarde desta sexta-feira (17/3), o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, disse que hoje cedo já recebeu uma ligação do adido da União Europeia no Brasil para uma reunião de emergência. Maior consumidor mundial da carne brasileira, a UE quer esclarecimentos sobre a operação Carne Fraca da Polí­cia Federal. Maggi disse que ainda não marcou data, mas o encontro deve ocorrer até segunda-feira. O ministro da Agricultura disse que conversou por telefone com membros da diretoria da BRF, uma das gigantes do setor de carnes que está envolvida no escândalo desvendado pela Polí­cia Federal. -Conversei hoje por telefone com Pedro, da BRF, e com Abí­lio Diniz, presidente do conselho da empresa, e disse a eles da minha preocupação e da transparência que vou tratar esse assunto. Eles me garantiram que têm procedimentos internos para tratar disso e que há quatro anos não têm notí­cias de desvio desse tipo de conduta e que vão trabalhar em conjunto para esclarecer tudo isso', disse o ministro. Com a JBS, Maggi disse não ter tido contato sobre o assunto. -A BRF se mostrou muito mais preocupada nesse momento, não só com o nome mas com o complexo do negócio mundo afora. Esse problema afeta e afetará a todos nós. Não sei dizer nem qual a consequência disso. Vamos ter problemas, mas vamos trabalhar para minimizar o máximo. Temos um sistema robusto e que é validado por compradores internacionais. O sistema é bom, rí­gido, porém falha quando as pessoas se corrompem. É lamentável o que aconteceu', disse Maggi. Visivelmente indignado com as revelações da Polí­cia Federal, Maggi falou que a notí­cia coloca em xeque o maior negócio do Brasil, que é o agronegócio. -Fico extremamente desapontado. As próprias indústrias devem ser controladoras e defender o maior capital dels, que é a qualidade do produto', disse. Fonte: Revista Globo Rural
Comentários
logo-seugado

Para ter acesso completo a esse conteúdo faça login ou cadastre-se grátis.